18 fevereiro 2011

TOP 15: Melhores séries do ano - passado.

          As 10 melhores séries de 2010 - na minha humilde opinião...


Por melhores séries de 2010, como você vai ver, valem as novas temporadas de séries antigas e série novinhas em folha. 


Clique em "Mais informacões" para visualizar.  ; )

16 fevereiro 2011

Onde está Wally?

Dois fotógrafos franceses, Max & Charlotte, resolveram reproduzir cenas retiradas dos livrinhos do personagem em lugares reais, com pessoas reais. E tem um Wally perdido ali! Você consegue achar?



BOA SORTE!

14 fevereiro 2011

Happy Valentine's Day

If I were...
 
If I were a key, I would lock you;
If lightning, then I would shock you;
If I were a pier I would dock you;
If I had a band I would rock you.
If I were a spoon, I would feed you;
If I were a house, I would deed you;
On Valentine’s Day, I must plead you,
Valentine, I really need you!  
 
The best kisses in the series!


10 fevereiro 2011

The Big C

     Eu comecei a assistir a série por causa da minha querida Laura Linney. Desde sempre eu gostei dela e como já fazia um tempo que eu assisti alguma coisa com a presença dela... Foi aí que eu vi o poster de divulgação da série; tive certeza que eu TINHA que assistir pelo menos o piloto. Mas aí...
     Antes de assistir, eu decidi fazer umas pesquisas e me informar mais do que se tratava. A premissa da série: mulher lidando com as conseqüências ao descobrir que está com câncer, o que me deixou um pouco balançada. Pensei logo que seria a velha história da novela mexicana do SBT - do cara do Baú da Felicidade.

Clique em "Mais informacões" para visualizar.  ; )

08 fevereiro 2011

Sexóloga na TPM!‏

Dicas de uma sexóloga radical e estressada, respondendo às perguntas dos ouvintes: 

1 - Tenho 20 anos e não transei ainda porque gostaria que a 1ª vez fosse com  um namorado fixo. O que você acha?
R: Vai ser difícil, todos eles se movem na hora H.

 
2 - O que fazer para surpreender meu marido que é meio tímido?
R: Apareça com um amante.

 
3 - Tenho um amigo que quer fazer sexo comigo, mas ele tem um pênis de 20cm.  Acho que vai ser doloroso, o que faço?
R: Manda pra cá que eu testo pra você.



Continua...

06 fevereiro 2011

Como ser uma grande idiota e acabar com sua reputação?

Comentários são completamente desnecessarios.
Fica a dica, NUNCA faça isso.... E se você fizer, NUNCA poste na internet!

                                                             Passei no vestibular

04 fevereiro 2011

01 fevereiro 2011

Sobra de mim

As taças de champagne ainda tilintavam enquanto ela arrastava o vestido longo, coberto por um sobretudo fino, pelo piso de mármore frio do bar do hotel. O tecido, abraçado em seu corpo, marcava, delicadamente, em sua forma, o mais sutil movimento. As pernas se moviam lentamente, com graça, enquanto o perfume doce se espalhava pelo ar meio aquecido.
            As portas do elevador se abriram, complacentes à sua presença. Como se servas se sua força e beleza. Todos, porém, a ignoravam – ou talvez fingissem muito bem – continuando suas conversas frívolas sobre política, economia ou família.
       As luzes do mostrador piscavam só para ela e os andares iam apressados acompanhados do som agudo que os anunciavam. Alguns homens saiam, ensaiando um andar dominador e suas mulheres os seguiam, caladas. Os bêbados iam saindo e suas garrafas os acompanhavam, inquietas. Assim como os velhos passavam à rígida vigia da morte.
            Ela ficou.
            Enquanto as luzes ainda persistiam na sua rotina imbecil, ela acariciava as paredes do cubículo cobertas de tecido vermelho, sacudindo os pés musicalmente.
            Trinta e dois, marcava o painel quando ela finalmente levantou os olhos brilhantes em direção a porta que se abria. Os flashes das lâmpadas do corredor iluminavam o caminho a cada passo dela.
            Três mil duzentos e doze, marcava a placa branca, lerdamente encarando-a na madeira escura. Só uma batida com as costas dos dedos anunciou sua entrada. As dobradiças da porta encostada gemeram com o toque a abriu – e o fizeram novamente, movidas pelo mesmo toque que a fechou - enquanto sua bolsa se jogava no chão do quarto.
            As palavras brotavam descompassadas.
            - Estive pensando sobre tudo que ganhei no nosso relacionamento.
            O homem, que pressionava freneticamente os botões do controle remoto, parou. Puxou a barra do short azul e maneou a cabeça fingindo ouvi-la. Ele franzia a sobrancelha em silêncio, esfregando a ponta de um dedo no canto de um dos olhos.
            - Confesso que não pude contabilizar nada. Nunca tive nada pra mim. Quero que essa noite seja pra mim. Me ouve?
            O rapaz girou a cadeira e sorriu de lado – por malicia ou entendimento.
            O sobretudo marrom despencou e ela balbuciou os versos raivosos. O homem ainda a observava meio incrédulo.
             - Quer minhas luvas? – questionou cingindo uma mão na outra – Arranque-as! Mas faça com que queira perdê-las por ti.
            Puxou cada dobra que envolvia seus dedos e arremessou-as no chão. Ele desviou o olhar momentaneamente e observou a seda vinho recusada.
            - Venha... Eu te ensino como fazer. Farei com que me leve a te querer do mesmo modo, sem a seqüência de convencimentos machistas que me forçam a me entregar a ti.
            As rodas da cadeira se arrastavam suavemente.
            - Quer minha alma? – questionou, passando a unha pela maça do rosto – Arranque-a! Nunca entendi o motivo de acumularmos emoções, sem dispersá-las.
            Os grampos que prendiam o cabelo se soltaram e os fios caíram no rosto fino.
            - Desabotoe essa cobertura idiota cunhada por velhacos puritanos que não quiseram ver as formas do sexo. Veja, então, tudo que agora eu insisto em te mostrar.
            Ela arrancou o vestido delicado - fincou as unhas, rasgando-o. Ele levantou o queixo e abriu as narinas, raptando o cheiro de seus poros abertos.
            Posando de lingerie, como uma Afrodite criada pelo acaso, era comida pelos olhos do homem que tratava como marido.
            Levantou a perna com classe e pousou sobre a o braço da cadeira. Despregou as sandálias altas, uma a uma, o que a diminuiu uns 10 cm.
            - Quer que eu te mostre o que meus quadris sabem fazer? Assista meu show... Poderia fazer seu cinto cair, realizando tudo que vocês sempre quis. Então vamos, arranque isso de mim.
            Sentou em seu colo.
            - Sempre quis você como um homem de verdade, um homem pra mim. E enquanto esperava por isso, acabava com minhas costas na parede. É sua vez, então, de finalmente ver... – levantou, puxou-o pelo ombro e encostou-o na parede – e entender que só as suas vontades eram feitas. Você sempre queria mais que “tudo”, só porque achava que tinha mais direitos do que eu. Teve seu prêmio, que fui eu, conseguiu tudo o que queria com um levantar de dedo, meu amigo. Você não vê que no final não vai sobrar nada... - Sacou dos peitos, o sutiã - de mim...
            - Eu...
            Os dois respiravam ofegantes, poucos centímetros separavam suas bocas.
            - Eu... Eu não sou seu marido, moça.
            - Eu sei....
           

Para Michele Adão, futura mega-orto-para diva do afroPOP e nossa fã número 0 - já que o 0 vem antes do 1...  #claro,claro...
:D
                                  Lee

Ah... O dia-a-dia desse munco cão.

- Pode cortar tigelinha.
- Porra, mãe. Eu queria moicano!

Cachorros...
Cada vez mais humanos.

Nerds... Cada dia mais fashion...

Gordinhos... Há anos fazendo gordice :P

A primeira crise de identidade sexual a gente nunca esquece.