31 dezembro 2010

Um viva para a BURRICE.:

      Heather Morris, dançarina talentosa e atraente, resolveu, num belo dia, ser atriz. Assim nasceu Brittany S. Pierce, personagem da premiada série Glee, da qual, hoje, faz parte do elenco principal.
     Que fique bem claro que Heather não é uma grande atriz só porque ela resolveu que poderia atuar, e que isso, de algum modo, acaba aumentando sua habilidade incomum no papel da loirinha mais burra da TV.

PÉROLAS DO ENEM.:
não, não. Pérola errada....


PÉROLAS DE BRITTANY S. PIERCE.:

1. Você sabia que golfinhos são tubarões gays?
2. Não gosto de pasta de dente. Eu escovo os dentes com refrigerante...
3. Deus é um anão malvado?
4. As pessoas acham que eu viajei... Mas, na verdade, eu passei o verão perdida nos esgotos.
5. Will me ensinou a segunda parte do alfabeto. Quando eu chegava no m e no n eu parava porque eram muito parecidos...
6.Oi... Queria que soubesse... Tô muito afim de você.
- Estou confuso... Você nunca nem olhou pra mim.
- Eu pensava que você era um robô.
7. Posso ser honesta...? Eu não entendo a diferença entre um elfo e um escravo.
8. Os brócolis são, na verdade, mini-árvores, onde vivem aqueles ursinhos de bala de goma, sabe?
9. Você é um gato?
10. O Finn pode voar?
11. Eu não cozinho. Receitas são confusas.
12. Durma bem Ken e descanse. Você vai precisar, a Barbie pegou o voo mais cedo.
13. - Você tem certeza, Brit?
- Assim como estou certa que o grilo que lê à noite para mim está roubando as minhas jóias.
14. Trouxe um presente para as crianças sem teto... É uma casa de boneca... Pelo menos as bonecas delas não serão sem teto.
15. Acho que meu gato está lendo meu diário.
16. Estou aqui desde o primeiro horário. Estava meio gripada, então tomei todos os antibióticos na mesma hora. Agora não sei como sair.
17. Acho que o pato que a gente comeu era macho...


          It's Brittany, bitch...

                                                  Lee

30 dezembro 2010

:O Literatura Moderna.

 A criação da XOXOTA, segundo Mario Quintana.


Sete bons homens de fino saber
Criaram a xoxota, como pode se ver:
Chegando na frente, veio um açougueiro.
Com faca afiada deu talho certeiro
Um bom marceneiro, com dedicação.
Fez furo no centro com malho e formão
Em terceiro o alfaiate, capaz e moderno. 


Forrou com veludo o lado interno
Um bom caçador, chegando na hora.
Forrou com raposa, a parte de fora.
Em quinto chegou, sagaz pescador.
Esfregando um peixe, deu-lhe o odor.
Em sexto, o bom padre da igreja daqui.
Benzeu-a dizendo: 'É só pra xixi!'.
Por fim o marujo, zarolho e perneta
Chupou-a, fodeu-a e chamou-a...
Buceta!

________________________________________________________________

29 dezembro 2010

Hell-O


Olá, desocupados do meu Brasil.

Depois de uma semana sabática de Natal - ou qualquer variação nessa vida miserável a que se deva nossos tão incomuns compromissos como "os outros - a família".
E pra começar/continuar....

     Aí eu resolvi ir até Curitiba-Paraná para dar uma voltinha, ver como era o "frio" e gastar os poucos tostões que restavam...
     Fato foi que, ao chegar, o frio ameaçou... Mas desistiu. Por 3 dias usufrui dos mais agradáveis 9/10º para que depois a chuva caísse torrencialmente e trouxesse de quebra o calor da terra de capeta.
     Não culpo a cidade, de qualquer modo. Seria muita personificação da minha parte.   #fail.
     Afinal, como diria uma tia minha: "É verão em Salvador".    #comosesófosseverãoemSSA.
     Dos índios mesmo, só ficou o nome da cidade, que veio do tupi guarani: coré - pinhão e etuba - muito. E tem, gente. Usando o radical PINH, tem coisa pra caralho. Pinhão, pinha, pinheiro...
     E viva a Cidade Sorriso. #aindaquenãotenhavistomuitagentesorrirtantoassim.

COISAS QUE SÓ SE VÊ EM CURITIBA:
fotos tiradas pelas ruas, bares e becos do lugarzinho.



Clique em "Mais informacões" para visualizar.   ; )

20 dezembro 2010

OH - Oh - oh QUE ORIGINAL...


     E aí o filho da puta do Papai Noel está chegando - aquele velho retardado cheio da grana que fica materializando presente na porra da sua árvore de Natal com aquela roupinha inapropriada e quente pra caralho.

     Por causa da chegada dele - e ele super afeta nossa vidinha tropical - nosso Blog ficará OFF por apenas uma semana. 
:D
     Alguns dirão "É foda, quando eu não tenho mais o que fazer, eu leio essa merda." enquando outros dirão "Ah, que seja". Melhor ainda quando tem os que vão dizer "Puta gosto desse Blog. Taí, vou esperar..."

Agora vai lá e conta o número de palavrões, vai.... 
:D

17 dezembro 2010

Não, não. Não tá direito - começa de novo.

Sheldon e suas mil faces.
Soft kitty, worm kitty, little ball of fur. Happy kitty sleepy kitty...

     Pra quem conhece e admira o talento e o enigma por traz de Sheldon Cooper - personagem de "The Big Bang Theory" e pra quem também não conhece mas se interessou pela ideia - sem acento - de conhecer o cara, aqui vai um pouco do que seria um armário dedicado à ele. O mestre, o homem enviado por Newton...


Clique em "Mais informacões" para visualizar.   ; )
Dizem que mulheres e homens são coisas diferentes. Tomo isso não como uma opinião, mas como um #FATO. Primeiro porque mulheres fazem amor e homens fazem sexo. Homem vão "mijar" e mulheres vão "ao toilette". Homens comparam o "tamanho do amiguinho" e mulheres só comparam "unha, cabelo, cor da pele, tamanho da casa, trabalho e, claro, os homens".
                 Tudo isso com margem de erro de 10% para mais ou para menos.
Anyway. Para provar ou no minimo tentar prova minha tese, aí vai.

Eduardo e Mônica... Não, Não! Cebolinha e Mônica.
Clique e amplie.

PS: Completo que a pedido machistas faremos o "Top16Hotties da TV americana" com fotinha de biquini das beldades, oki?

16 dezembro 2010

#HUA²

Descanse em paz.

Digamos que eu não tenha entendido a graça
e coloquei aqui só pra ver se alguém me explica...
:D

15 dezembro 2010

NaNaNaFaltadoquefazer.

ZéSiFu
Que corpinho sexy você tem...

Bah, puta falta de preconceito, né?


13 dezembro 2010


Dupla Losers'Club indica.:


Hi, ya'll.

O artesanato não quer durar milênios 
nem está possuído da pressa de morrer prontamente. 
Transcorre com os dias, 
flui conosco, 
se gasta pouco a pouco, 
não busca a morte ou tampouco a nega,
apenas aceita esse destino. 
Entre o tempo sem tempo do museu e o tempo acelerado da tecnologia, 
o artesanato tem o ritmo do tempo humano. 
É um objeto útil que também é belo; 
um objeto que dura, mas que um dia, 
porém se acaba e resigna-se a isto; 
um objeto que não é único como uma obra de arte 
e pode ser substituído por outro objeto parecido, 
mas não idêntico. 
O artesanato nos ensina a morrer, 
e fazendo isto, 
nos ensina a viver".

Octavio Paz.


Dito isso. E sendo isso muito mais do que eu posso jamais dizer, divulgo o blog extremente fofinho da minha parceira Mariana Nunes. Os artesanatos que vocês podem encontrar lá são muito bem feitos com muito carinho e talento.


- Artes da Borboleta Má -

Top 16 Delícias da TV AMERICANA - TOP HOTTIES

Hi, ya'll. Depois do Top da Divas, aqui está o Top HOTTIES. 
As vezes eu assisto televisão só pra ver eles seduzindo muito. 
Pronto, falei.
Em todo caso, mesmo pra quem não vê as séries, aqui está.
Caso tenham alguma ideia - sem acento? -  dá um comment.

Number 1
Supernatural

***

Number 2
So You Think You Can Dance


***
Clique em "Mais informacões"   ; )

11 dezembro 2010

#HUA

Olha a Inclusão Digital!

Roupa suja se lava em casa.

O que uma pessoa não faz por sexo...

Adivinha? Adivinha? [2]

"Tem momentos que olho para você...
e fico sem saber o que dizer.
Minha língua se cala...
e o fogo corre sob
minha pele e tremo.
E fico pálida porque morro de amor.
Ou pelo menos é isso que sinto”.

O poema é o da mesma série que do outro poema postado...
O prêmio continua valendo!
                                                               *Dindi*

Coisas idiotas postadas às 2am

(Casa da Família Restart)




                                                                                                        *Dindi*

Adivinha? Adivinha?

Meu coração está completamente ferido
A dor rasga a minha alma
Esses dias viram o meu espirito morrer
Minha vida saiu de controle
Minhas feridas estão nuas ante o mundo
A profundidade do meu sofrimento está exposta
Este passado prejudicado nunca poderá sanar
Até que o livro desse sofrimento se feche
Meu coração está completamente ferido
A dor rasga a minha alma
Por favor, diga-me como posso recuperar
A vida que a tristeza me roubou

Eu dou um prêmio pra quem souber de qual série esse poema foi tirado!
É meio dramatico, eu sei, mas eu gosto =D


                                                                                     *Dindi*

Crônicas do Mundo Emerso

Como prometido, vou fazer um básico comentário sobre o último livro que eu li - A Garota da Terra do Vento. Esse livro faz parte da coleção "Crônicas do Mundo Emerso", que é seguido por mais outros dois capítulos - A Missão de Senar e O Talismã do Poder. A coleção é de autoria da jovem escritora italiana Licia Troisi e ainda foi pouco divulgado aqui no Brasil.

O livro conta a história de uma menina - Nihal - que é meio diferente dos outros, tem orelhas pontudas, cabelos azuis e segue em um estilo meio vidaloca.O pai dela era ferreiro e ela cresceu sem mãe, aí ficou meio revoltadinha achando que podia bater e desafiar qualquer um e comandar todo mundo. De fato, a garota é muito talentosa e quando a terra dela - A Terra do Vento - é atacada pelo Tirano (eta criatividade!) - carinha mais malvado de todos - ela corre perigo e tem que fugir para cumprir seu destino e blá blá blá.

Nihal tem um melhor amigo que se chama Senar. Senar é um mago muito poderoso e muito talentoso (todo mundo meio que é muito talentoso no livro), eles se conheceram quando Nihal foi morar em uma cabaninha com a tia - uma bruxa muito bonita e talentosa... E olha a palavra talento sendo usada de novo - no meio de uma imensa floresta (na pegada Bruxa de Blair). De início, pra variar só um poquinho, os dois não se gostavam, mas tiveram que aprender a superar as suas diferenças e a viver juntos e blá blá blá.

Aí quando o grupinho - menina talentosa, tia talentosa, mago talentoso - são obrigados a fugir da floresta encantada em que vivem, cada um acaba meio que seguindo o seu próprio caminho e os dois personagens principais - Nihal e Senar - sofrem muitas mudanças em suas personalidades.O livro, de fato, é muito bom pra quem gosta de fantasia e aventura. Como eu não li os outros não posso comentar muito sobre a coleção como um todo, mas esse primeiro me deixou com vontadinha de "quero mais". 
Tenho certeza de que quem ler não vai se arrepender.

 - Banner do Livro -


                                                                                             *Dindi*

Aonde ir?

Eu passo as horas observando as paredes.
A noite cai e eu não consigo dormir.
Abro a porta e ando pela rua
Relembrando o que fiz de certo e errado.
Aonde vou...
Minha cabeça está em outro lugar,
Meu coração está mal pelo que aconteceu
Perdi o sentido de tudo
Perdi a mim
Aonde vou...
E agora só me resta lutar
Para retornar da noite que me levou
E me perguntar o que aconteceu
Aonde quero chegar

             
                                             *Dindi*

10 dezembro 2010

Top 7+1 - Divas

Marmanjos e marmanjas (talvez) de plantão, no top de hoje, simplesmente achei que seria muito mais interessante admirarmos do que ficar lendo os comentários sobre as divas da lista. Além de lindas, elas são muito inteligentes e poderosas, cada uma de sua maneira, aproveitem! Olhem até não poder mais !

 1º Lugar: Gloria/Sofia Vergara (Modern Family)


2º Lugar: Addison Montgomery/Kate Walsh (Private Practice)


3º Lugar: Lisa Cuddy/Lisa Edelstein (House)


4º Lugar: Joan Holloway/Christina Hendricks (Mad Men)


 5º Lugar: Bree Hodgel/Marcia Cross (Desperate Housewives)

  

6º Lugar: Camille Saroyan/Tamara Taylor (Bones)

 
7º Lugar: Julie Cooper/Melinda Clarke ( The O.C.)


8º Lugar: Emily Procter/ Calleigh Duquesne ( CSI Miami)

                                                                     Lee & *Dindi*

Coisas que só tem aqui.:

Pra que Moça do Tempo?

A inclusão digital é uma puta, mesmo.

Tome o que você queria, sacana...

Músicas de amor das paradas dos 90'

Antologia - 
Shakira

Para amarte
Necesito una razón
Y es dificil creer
Que no exista una más
Que este amor

Sobra tanto
Dentro de este corazón
Y apesar de que dicen
Que los años son sabios
Todavía se siente el dolor

Porque todo el tiempo
Que pasé junto a ti
Dejo tejido
Su hilo dentro de mi

Y aprendí a quitarle
Al tiempo los segundos
Tú me hiciste ver el cielo aún más profundo,
Junto a ti
Creo que aumenté más de tres kilos
Con tus tantos dulces besos repartidos
Desarrollaste mi sentido del olfato
Y fue por ti que aprendí a querer los gatos
Despegaste del cemento mis zapatos
Para escapar los dos volando un rato

Pero olvidaste una final instrucción
Porque aunque no sé como vivir sin tu amor

Y descubrí lo que significa una rosa
Me enseñaste a decir mentiras piadosas
Para poder verte a horas no adecuadas
Y a reemplazar palabras por miradas

Y fue por ti que escribí mas de cien canciones
Y hasta perdoné tus equivocaciones
Y conocí mas de mil formas de besar
Y fué por ti que descubri lo que es amar

Lo que es amar ...
Lo que es amar ...
Lo que es amar ...
Lo que es amar ...
Lo que es amar ...
Lo que es amar ...

09 dezembro 2010

Seja ITALIANO -

 Aqui vai a minha impressão impressionada.



     A história contada é originalmente baseada no livro 8½, quase autobiográfico, de Federico Fellini, que depois de ter sua montagem original para a Broadway e sua revival - de mais sucesso - com Antonio Banderas, ganhou uma senhora adaptação cinematográfica.
     O enredo todo gira em torno de Guido Contini, roteirista italiano que passa por uma crise existencial no decorrer da película de 118 min, que se justifica pelo relacionamento paralelo dele com 7 mulheres de personalidades extremamente diferentes e nacionalidades igualmente diferentes, marcadas por estereótipos franceses, italianos, ingleses e espanhóis.
     O elenco já valia o valor do ingresso. A única atriz que nunca ganhou ou foi indicada ao Oscar era Fergie - cantora do Black Eyed Peas - que ainda assim ganhou diversos premios musicais.
     E ela é, por sinal, umas das primeiras mulheres da vida de Guido apresentada na trama. Fergie faz Saraghina, personagem que introduz o jovem Guido na vida sexual. Ao contrário da primeira produção musical de Nine, onde Saraghina é uma mulher gorda e máscula, Fergie dá vida à uma Saraguina sensual e bastante artística, que ensina Guido a agradar uma mulher. Infelizmente - não que isso não seja compensado pelas outras estrelas - essa cena em preto e branco é a única em que a cantora aparece.
     Marion Cotillard também tem uma atuação maravilhosa como Luisa, a esposa de Guido, uma mulher contida e discreta, que sofre com o desprezo do marido - já que os processos de montagem de seus filmes consomem muito de sua vida particular. As cenas musicais com Marion, ganhadora do Oscar por Piaf, são espetaculares. De maneira impecável, ela passa por "My Husband Makes Movies", música triste, na qual expressa seu desgosto pelo trabalho de Guido, e chega até "Take It All", canção intensa e dramática na qual Luisa se liberta do comportamente esperado que a mulher do "Sr. Contini" tivesse e se despi em um bar cheio - isso, é claro, em sua cabeça.
     Nicole Kidman, diferente de Marion e Fergie, tem menos chances ainda de brilhar no filme. A única música que canta - ainda Fergie o tenha feita apenas uma vez, também - é simples e sem muito encaixe na história. "Unusual Way", apesar de ser muito tocante e bem produzida, marca pouco quando se vê o filme. A única particpação significativa da mulher "Claudia" interpretada pela atriz, é pôr Guido em seu lugar de "aquele que não sabe amar",  de um modo que Kidman ainda fica sem o impacto e a força que a cena original tinha - seja no livro ou na Broadway.
     "Cinema Italiano", um número que Kate Hudson executa, tem um toque retro com elementos do pop dos anos 60, que ilustra a importância do cinema italiano era naquela época. A atriz faz o papel de Stephanie, jornalista de seduz Guido e se torna uma de suas amantes/fãs.
     Ainda compondo o elenco de divas, Judi Dench e Sophia Loren aparecem pouco, mas marcam. Judi faz Lilliane, figurista francesa e conselheira de Guido, enquanto Sophia faz o papel da Mamma, que dialoga com Contini mesmo depois de morta.
     O Guido original - interpretado por Mastroianni - tinha devaneios mais interessantes e complexos, porém. Já a produção fílmica foca mesmo na música, no ritmo, na montagem dos clipes e dos figurinos - sem perder a história, é claro. Vale a pena repetir que o elenco vale o ingresso, isso sem falar das músicas muito intensas, marcantes e bem arquitetadas.
     Se Chicago teve uma montagem "interessante" como musical, não pense que Nine fica, de maneira alguma, para trás. Em Chicago, o diretor decidiu que as músicas aconteceriam na imaginação da protagonista, Roxie Hart, quase como delírios, desejos de uma menina que queria ser uma estrela e assim, imagina que tudo à sua volta é um grande espetáculo. Em Nine, as coisas acontece de forma semelhante, já que as músicas se passam nas lembranças ou nos desejos dos atores.
     Além do momentos de crise de Guido, que se vê perdido em seus distintos amores por aquelas mulheres, o filme insiste no papel dessas mesmas mulheres na sociedade na qual se inserem. Guido confessa que a sociedade diz ser governada por homens, mas que esses homens, por sua vez, são governado por mulheres fortes e discretas.

Nessa temporada, seja ITALIANO.
"Be Italian" música que mais marcou qualquer umas das produções de NINE, cantada por Fergie.





                                            Lee

06 dezembro 2010

Acesso Livre.::

Então...
Resolvemos criar uma série mais pontual, com atualização mais freqüentes.
Repito que não temos aquela ilusão infantil de que temos leitores assíduos ou qualquer coisa que o valha...
Ou temos?

A série "Catraca - Acesso Livre" pretende tratar exclusivamente de cinema. Mas numa pegada mais culta, mas OLD...
Explico - já que até eu fiquei me perguntando porque pôr isso em prática - nunca tive o dom de escrever coisas muito sérias - e minha professora de redação pode confirmar isso se você fizer um 21 pra ela...
Dito isso. Verei novamente o filme que dará início a minha mais nova promessa solene.

NINE - 8½ + Música
                                               TODO MUNDO vai querer ser ITALIANO.


                                                                           Lee & *Dindi*